Captura de Inocentes Porcos Selvagens - 14Set2010

(Comentário feito a partir do relato de como se captura porcos selvagens, quando se usa alimento espalhado para ir ganhando a confiança deles, até que fecha o cerco e eles não podem mais sair livres)




Esta simples e aparentemente ingênua história nos traz a memória algumas passagens bíblicas sobre a opressão que submetido o Israel de Deus. Vários profetas relatam situações em que a fé cristã foi posta a prova e que a partir da colocação de vidas sob a soberania, não tirania, ele deu o livramento e dirigiu a novos caminhos. Quando a situação voltava a complicar era fácil identificar que a causa era justamente o distanciamento que se colocavam do libertador.
Nos dias de hoje a situação se repete,  voltamos às escrituras e encontramos referências sobre os dias de hoje escritas a muitos anos atrás. Como seria possível? Profecia? Adivinhação? Creio que não, na verdade Deus conhece a natureza humana e sabia que como naqueles dias, outras vezes nos distanciariamos dele, e contemplariamos o crescimento do mal, as nações se destruindo e o império das trevas assumindo o poder e produzindo toda a sorte de torpezas.
Voltando as escrituras, destaco as Lamentações de Jeremias no capitulo 5, leitura que gostaria de recomendar, como que uma visão antecipada dos dias atuais. Mas como nossa vida aqui é transitoria e nossa pátria está no porvir, prefiro pensar no que diz o versículo 21, capítulo 3 do mesmo livro, Jeremias "Quero trazer á memória o que me pode dar esperança".
Enquanto esperamos, nos resta aproveitar para ter comunhão uns com os outros e buscar estar com os que professam a mesma fé, que reconheçam a soberania de Deus e na condição de pecadores que somos tenhamos o temor a Ele, não nos prendendo a jugo que em nada nos faz sentir nessa condição.  Àqueles que pelo contrário enaltecem a tirania dos homens como se fossem Deuses, e até são, pela opressão e subserviência daqueles que se submetem a serem pobres de espirito, caráter e amor próprio.
Júnior Brito 
(esbjr@hotmail.com)